Arquivo de 'Galeria'



Matthew esteve, junto com uma parte do seus colegas de Shadowhunters (Katherine McNamara, Alberto Rosende, Jade Hassouné e Shailene Garnett), no Home Brew Club, em Toronto, no dia 20 de julho de 2016. Confira as fotos abaixo:

mdbr001 mdbr002 mdbr003
> Aparições e Outros Eventos – 2016 – Home Brew (20/06)

Foram adicionadas 03 fotos do Matthew durante a after party da noite de abertura do SoHo Film Festival, no dia 09 de junho, confiram:

mdbr02 mdbr03 mdbr01
> Aparições e Outros Eventos – 2016 – SoHo Film Festival – After Party (09/06)

No dia 11 de junho ocorreu a estreia mundial do shortfilm The Last Hunt durante o evento do SoHo Film Festival. Confiram as 11 fotos em HQ do Matthew abaixo:

mdbr10 mdbr04 mdbr09
> Aparições e Outros Eventos – 2016 – Estreia de The Last Hunt – SOHO Film Festival (11/06)

Matthew compareceu, no dia 09 de junho, a noite de abertura do SOHO Indy Film Festival, evento onde seu filme, The Last Hunt, irá estrear no dia 11 de junho. Confiram cinco fotos em HQ do Matthew no evento:

mdbr04 mdbr01 mdbr05

> Aparições e Outros Eventos – 2016 – SOHO Indy Film Festival (09/06)

> Todos os créditos das fotos a  dylanobrien no tumblr!

Recentemente, Matthew concedeu uma entrevista e realizou um photoshoot para a The Luxer. Confira a entrevista traduzida pelo nossos parceiros do Lightwoods Brasil:


“Com seus 1,90m de altura, cabelos pretos e olhos penetrantes, Matthew Daddario definitivamente faz valer sua presença. Não deveria ser uma surpresa, que, ele é uma das estrelas de Shadowhunters, uma nova série da rede de TV Freeform, baseada na série de livros Os Instrumentos Mortais, sobre uma guerra centenária entre anjos e demônios. Interpretando Alec Lightwood, o guerreiro estóico e altruísta no lado do bem, Daddario estava ciente do quanto o seu personagem é amado pelos fãs dos livros. Felizmente, esse papel serve para ele como uma luva – não apenas na aparência, mas também porque ele pode se identificar com a humanidade de Alec. Ele tenta encontrar qualidade que fazem o Alec vulnerável, e passas elas para a tela.

Originalmente do Upper East Side da cidade de Nova York, Daddario fez audições para comerciais quando era criança. ‘Minha mãe queria que eu aprendesse a falar em público, e ela achou que esse seria um bom modo de me deixar confortável para falar com outras pessoas.’ ele disse. Ele iria para a Universidade de Indiana em Bloomington mais tarde, onde se formaria em Negócios, parecendo abandonar a carreira de ator. Mas, depois de ver a sua irmã Alexandra Daddario, indo atrás de seu sonho de virar uma atriz, ele correu atrás do seu.

‘Eu não diria que foi um erro estudar na faculdade de Negócios, mas não era minha paixão,’ ele disse. ‘Eu estava fazendo algo que eu achava que seria o melhor para o meu futuro. Então eu percebi que Negócios não é o que eu gostaria de fazer, apenas o que eu achei que deveria fazer.’

Daddario já parece ser parte de uma estrela, e acumulou vários seguidores nas redes sociais, mas ele sabe que isso não é o suficiente para garantir o sucesso nesta indústria. Para ele, grandes atores se tornaram ícones baseado em suas performances. Harrison Ford, por exemplo, é alguém que ele admira. ‘Ele se tornou parte da nossa cultura por causa dos seus grandes papéis como Indiana Jones e Han Solo,’ ele disse. ‘Conseguir papéis bons como esses é o que qualquer cara quer.’

E embora Alec em Shadowhunters pode não ser tão famoso quanto a carreira de Ford, é um importante caminho para ascender para coisas melhores. De fato, ele tem seu olhar nas estrelas. Como ele diz, “Se eu não atuasse, eu teria tentado ser um astronauta.”

Alcançando a fama com “Shadowhunters”

Você fez teste para o filme, Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos, e não conseguiu o papel. Você se sentiu “vingado” de alguma forma, depois de ter sido escalado para a série?

Quando eu consegui o papel na série, eu não estava pensando sobre o filme. Também, eu não creio no sentimento de vingança, que requer animosidade ou amargura. E eu não fiquei com raiva por não conseguir o papel. Então, eu não me senti vingado, mas sim que, neste caso, eles fizeram a escolha certa.

Como você descreveria o Alec, o seu personagem na série? E quais coisas em comum você tem com ele?

Eu compartilho muitas coisas. Alec é controlador. Eu acho que eu costumo ser muito controlador. Eu também costumo jogar a culpa nos outros, antes de mim mesmo, o que ele também faz. Não que eu seja um santo, claro. Eu acho que eu sou do tipo egoísta, que coloca todos antes de você porque gosta de se sentir no controle – você é o único quem vai fazer as escolhas e não dar as pessoas o direito de realizar as próprias tarefas. É quase como um ditador benevolente. Agora, eu entendo o que as pessoas podem e devem realizar as coisas por conta própria. Pessoas são inteligentes; elas são tão capazes quanto eu.

Como você se sente sobre interpretar, essencialmente, um gay que é metade anjo e um guerreiro?

É tudo sobre o contexto. Sim, ele é gay, mas ele também é outras coisas. Ele pode ser metade anjo e um soldado, mas também é um irmão e um filho. Essas coisas certamente geram responsabilidades. Então quando eu olho para o Alec, eu não vejo seus aspectos sobrenaturais – eu olho para a sua humanidade. Isso é uma coisa que eu posso me relacionar. Eu sou um irmão e um filho. Eu acho que o Alec se esforça para encontrar a felicidade em sua vida. Ele não sabe procurar por si próprio.

Como estrelar uma série de TV, que já tinha uma base de fãs construída, afeta sua vida pessoal?

Eu realmente não sei se afeta. Minha vida pessoal não mudou. Agora, eu apenas tenho novas oportunidades, o que é bem legal. Eu posso viajar mais. Agora eu sou questionado, e as pessoas realmente querem ouvir o que eu tenho a dizer, o que ainda é meio louco pra mim.

Como você se sente com a reação dos fãs no YouTube e no Twitter?

Eu aprecio e acho isso fascinante! Quando as pessoas estão animadas com aquilo que você está fazendo, você deve se sentir honrado – a não ser que seja algo negativo. Felizmente, eu não faço nada negativo.

Qual foi a reação de um fã mais memorável que recebeu até agora?

Recentemente, eu estava próximo ao meu apartamento, andando de volta depois de jogar futebol, e teve esse jovem garoto que me reconheceu. Geralmente, são garotas entre 15 e 20 anos. Eu nunca tive um garoto que veio até mim. Ele foi muito amigável, e nós tiramos uma foto. Ele estava muito entusiasmado. Foi muito engraçado. Eu aproveitei isso.

RESUMINDO O ESTILO

Como você descreveria seu estilo?

Eu gosto de coisas que se encaixam. Eu gosto de ter o olhar afiado. Honestamente, eu sou aberto a usar qualquer coisa, se não for muito chamativo. É realmente fácil se ajustar – se não for nada absurdo ou algo que eu não usaria normalmente.

Quem são seus ícones de estilo e por quê?

Depende da situação. Eu não conheço ninguém que se vista perfeitamente em todo momento. Seria algo absurdo, certo? Todo mundo tem trabalhos diferentes, e eles se vestem de acordo com o ambiente. E se você pode se vestir para o trabalho com estilo, então você é um dos meus ícones de estilo. Uma espécie elegante de trabalhador – ele está lá fora!

Como você se sente sobre o estilo do Alec?

Ele definitivamente tem seu próprio senso de estilo. Ele veste muitas coisas escuras. Isso é muito útil. Eu acho que ele tem que se arrumar um pouco.”


Confira um pequeno vídeo liberado pela The Luxer e legendado pela nossa equipe:

Confira todas as fotos do photoshoot na nossa galeria:

mdbr01 mdbr07 mdbr009

>Ensaios Fotográficos – 2016 – The Luxer

Fonte: x
Tradução e adaptação: Juliana Piazza – não reproduza sem os devidos créditos. Plágio é crime.
 
error: Caso queira algum dos nossos textos, envie um e-mail!